quarta-feira, novembro 21, 2007

Olha....tenho um blog.....

Arnaldo anda estupidamente ansioso por Sábado. E tudo porque vou ficar esmagado.


Eis a primeira pista ou "O meu mais novo poema favorito"

Poema 8

Tu és só metade daquilo que eu queria
metade poema, metade canção
metade tristeza, metade alegria
A noite e o dia, a fome e o pão
És meia palavra, metade como gesto
O sono impossível, que morre no sonho
O beijo falhado, a saber a resto
Fronteira do Verão, às portas do Outono
Tu és a nascente que não chega a rio
A cama deserta vestida de linho
A hora atrasada num tempo vazio
Viagem que fica a meio do caminho
Tu és meia-morte, Tu és meia-vida
Amando sem afago, o corpo sem preço
A chuva que chove...e que seca em seguida
O dia que finda sem ter um começo

3 Comentários:

Anonymous anlundo disse...

hummmmmm
mistério.........

5:26 da tarde  
Blogger Casemiro dos Plásticos disse...

és pouco maluco és também!

5:51 da tarde  
Anonymous anlundo disse...

o Fernando Tordo também não cantava esta musica?!!

9:52 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial