sábado, fevereiro 24, 2007

Arnaldo e os grandes portugueses - #8 - D. João II

El-Rei D. João Inácio Ismério, ou D. João I.I. é dos 10 portugueses aquele que teve mais sorte, dado ter nascido com o seu real rabinho virado para a lua. Mesmo aí, teve sorte. Imaginem se tivesse nascido virado para o Trumps.....
D. João II foi rei. Depois do espanto inicial, passo a explicar: ele tinha mesmo a profissão de rei. A primeira profissão de João II foi de bolo rei. Costumava estar nas pastelarias da baixa, na famosa pastelaria "Lisboa doce". Arnaldo falou com uma velha senhora que era cliente deste café "Lembro-me perfeitamente de D. João II nos tempos em que ele ficava ali....todo o dia ao pé da Bola de Berlim e daquele jesuíta famoso, o Inácio de Loyola"

Photobucket - Video and Image Hosting

Cansado do movimento do Natal, e de ter que viver 2 meses com um brinde na narina esquerda, João decidiu mudar de profissão: passou a ser o rei branco de um jogo de xadrez de um velho conde. O problema é que D. João II era viciado em sexo e passar o tempo a ser comido e acomer bispos, cavalos, peões, rainhas não ajudou ao vicio. Acabou por abandonar essa profissão, com a sua esposa a rainha preta. Quando saiu do xadrez, decidiu governar um país...e acabou por escolher Portugal. O seu reinado ficou marcado pela divisão do mundo e pela sua claustrofobia.
Em 1489, estava João com a sua esposa Cesária em casa numa tarde de Domingo em vésperas de Natal
João - Não me apetece estar aqui a ver o Passeio dos Alegres...
Cesária - Então homem, podemos ir às compras...vamos aquele centro comercial ali em Lisboa João - Qual? Ao Vasco da Gama?
Cesária - Achas? Ao Colombo. E afinal quem é esse Vasco da Gama?
A verdade é que Vasco da Gama ainda não era conhecido. Na altura o centro comercial localizado na Expo não passava de umas barracas de algodão doce, cujo proprietário era uma prima do descobridor, que nutria por ele uma paixão platónica. O jovem casal lá passou a tarde no Colombo. D. João, dado sofrer de claustrofobia, afirmou à saída "Colombo nunca mais"

Photobucket - Video and Image Hosting

Este facto acabou por marcar os destinos do país. Meses mais tarde, um jovem relativamente bem parecido pediu para marcar uma audiência com o rei
Pajem - Boa tarde
Cristovão Colombo - Olá. Eu queria marcar uma consulta com El Rei.
Pajem - El Rei de momento não pode. Se quiser marcar para o mês que vem...
Cristovão Colombo - Não....tem que ser hoje. Por favor, diga que está aqui o Colombo e que eu sei o caminho marítimo para a filha da Ana Malhoa
Pajem - Viva então....só um pouco.
Quando o pajem entra na sala do trono e diz a el rei que "Está aqui o Colombo", Rei caí redondo no chão dizendo "Colombo nunca mais". Foi por isso que o navegador foi ter com os reis de Espanha. Foi por causa deste facto que a descoberta da América não foi feita sob as ordens de Portugal.
O outro facto que marcou o reinado de D.João II foi o Tratado de Tordesilhas. Nele o mundo era dividido em 2 parte. Coube ao rei incluir o Brasil na parte portuguesa. O que não é dito nos livros é que o próprio país, com esta alteração, passou a ficar do lado de Espanha.

1 Comentários:

Blogger Bxana disse...

Mas claustrofobia não era suposto ser fobia a claustros?

10:10 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial